junho 22, 2011

Insegurança e incertezas: elas existem para nos confundir


Ai como a incerteza maltrata. Esse monstro gigante do "SE" que engole a gente a cada segundinho do dia. Se isso, se aquilo e se aquilo outro. Como judia do apaixonado, do esperançoso e do impulsivo. Como seria mais fácil se não existisse esse "SE" rondando a nossa cabeça que sempre nos leva para duas situações hipotéticas, onde uma delas sempre tem quer ser negativa. E muitas vezes acabamos desanimando e já tomando esta como verdade.

Ai que "SE" danado que persegue a todos, do rico ao pobre e do novo ao velho. Ai que "SE" sofrido que torna as horas mais longas, os dias mais arrastados e o coração mais apertado. O “SE” é uma insegurança que se tem com relação ao passado, pois não se sabe “SE” aquilo de ruim vai se repetir. Com o presente, pois muitas vezes não sabemos “SE” estamos fazendo a coisa certa. E com o futuro, pois não temos idéia “SE” vai ser do jeito que idealizamos. O “SE”, o medo do desconhecido e essas dúvidas sempre existirão, mas não podemos deixar que tudo isso se torne maior do que realmente precisa ser. Não permita que as fantasias criadas pelas incertezas tomem proporções imensas, pois apenas aumentarão a ansiedade.

Se isso chegar a acontecer acabamos sofrendo por antecipação, e muitas vezes, descontando no protagonista de tais dúvidas ou em outra pessoa que não tem nada a ver com a situação. Não dê asas a essa imaginação que de positiva não tem nada e oriente-se por fatos concretos. A certeza absoluta só chegará quando as situações forem realmente vivenciadas. Enquanto isso só resta esperar que o prazo de validade do “SE” vença, a resposta tão esperada chegue e nos liberte desse monstro sem cores e sem formas, que apenas existe para nos confundir.

Fonte: Texto publicado por Patrícia Oguma, na Revista Corpo Informa.

Um comentário:

  1. Olá Danusa

    Fiquei muito feliz e lisonjeada com o teu comentário lá no Blog!
    Estou seguindo os teus dois dois blogs, te seguindo no Twitter e no Face.
    Agora estamos conectadas!
    Um beijo *_*

    ResponderExcluir

Agradeço a visita e volte sempre!