setembro 09, 2011

É correto deixar de ensinar a letra cursiva?

 Beatriz Gouveia, coordenadora de projetos do Instituto Avisa Lá, responde à dúvida sobre o ensino da letra cursiva na alfabetização.

Neste vídeo, a especialista fala sobre o processo de alfabetização e a importância da letra cursiva, que garante agilidade para as crianças escreverem.
Beatriz explica que o ensino inicia com a letra de forma para que a turma possa se concentrar nas questões conceituais do sistema alfabético de escrita. Depois que se apropriam disso, começam a usar a letra cursiva. "Ela passa a ser um instrumento para a vida escolar, para a vida social delas," afirma.



Esta escolha está relacionada ao processo de construção das hipóteses da escrita. Durante a alfabetização inicial, os pequenos trabalham pensando quais e quantas letras são necessárias para escrever as palavras. As letras de fôrma maiúsculas são as ideais para essa tarefa, já que são caracteres isolados e com traçado simples - diferentemente das cursivas, emendadas umas às outras. O aprendizado das chamadas "letras de mão" deve ser trabalhado com crianças alfabéticas, que já têm a lógica do sistema de escrita organizada. Antes de estarem alfabetizadas, elas entram em contato naturalmente com as letras cursivas e as de fôrma minúscula e até podem ser apresentadas a elas, desde que tal contato fique restrito à leitura.

Fonte: Nova Escola

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço a visita e volte sempre!